Vinicultura

Duração média: 3 anos

Um mestre no ciclo do vinho

Dizem que, para saber apreciar um bom vinho, é preciso experimentar vários produtos e harmonizá-los com outras tantos pratos. Pudera, uma vez que a variedade de marcas e de pratos é incontável. Essa capacidade de desenvolver o gosto de uma das bebidas mais populares do planeta é tão estudada, e a tanto tempo, que sua profissionalização vem se tornando cada vez mais importante.

Quem decide por estudar Vinicultura e seguir a carreira de enólogo (como é chamado o profissional do vinho) vai se aprofundar no processo de elaboração da bebida, desde o plantio da uva até a venda ao consumidor final. Com o conhecimento e a experiência, o enólogo é requerido por viniculturas para aprimorar os processos e controlar a qualidade da bebida.

Engana-se, entretanto, quem acha que o enólogo cuida apenas da produção. Atualmente, com o crescimento da área e o desenvolvimento do mercado no Brasil, muitos profissionais começam a atuar em outras áreas da cadeia vinicultora, como a comercialização do produto. Também há demanda no trabalho de marketing, dando suporte para a comercialização e ajudando a desenvolver a estratégia e posicionar as viniculturas.

Perfil do profissional

O enólogo não é um mero apreciador e especialista da bebida. Ele tem uma função anterior, que rege a preocupação de todo o seu trabalho: agradar o consumidor final, garantindo que ele vai desfrutar de um produto especial e cheio de características sofisticadas. Se você pensa em estudar em alguma faculdade ou curso técnico de Vinicultura, é bom ter as seguintes características:

  • Ser apreciador de gastronomia e bebidas em geral
  • Ter curiosidade em buscar gostos e culturas de outros países
  • Ter facilidade em lidar com consumidores e entender demandas

Área de atuação

Há dois campos que se destacam no mercado do vinho. O principal deles são as vinícolas. Lá, o papel do enólogo é essencial. Muitos, inclusive, acreditam que o especialista é um cientista com um quê artístico, por testar sabores e criar aromas e gostos a diferentes de vinhos.

Há um outro caminho que desponta nos últimos anos: restaurantes sofisticados, que focam em cardápios especiais e em combinações entre pratos e vinhos. É compensador, mas o rigor dos chefes de casas gastronômicas é alto. É preciso ter um background cultural e, principalmente, de gostos e sabores.

Disciplinas

São poucas as faculdades de Vinicultura no Brasil. A Unipampa, localizada na cidade gaúcha de Dom Pedrito, é uma delas. Os tecnólogos são mais populares, e são oferecidos em vários estados do país. A cultura da uva e os processos que decorrem dela são bastante estudados durante o curso. O foco é o melhoramento dos vegetais e a implementação de vinhedos.

  • Química geral
  • Economia rural
  • Bioestatística
  • Propagação e viveiros
  • Administração do agronegócio
  • Práticas enológicas
  • Análise sensorial

Links interessantes: