Duração média: 5 anos

A arte de organizar o mundo e defender causas

Prazer em organizar as coisas do mundo e em defender causas. Em linhas gerais, são essas as principais motivações de um bacharel em Direito, profissional que pesquisa a formação das normas jurídicas e sabe quando e como elas são aplicadas em um município, estado ou país.

No entanto, decorar leis não é suficiente. É preciso saber profundamente como se dão as relações entre indivíduos, empresas e o Estado, estudar como essas relações foram construídas e, sempre que preciso, provocar mudanças nas normas estabelecidas.

E aí mora uma das coisas mais fascinantes do Direito. Na medida em que a sociedade evolui, as leis, registradas por meio de estatutos, constituições e códigos, também precisam ser atualizadas. E  para isso o profissional do Direito precisa entender questões sociais, políticas e econômicas da atualidade, para que suas decisões ajudem a tornar o mundo um lugar cada vez mais justo.

Perfil do profissional

A maior ferramenta do profissional do Direito é a argumentação. Por isso é essencial que o estudante ou o trabalhador da área goste de ler. Como consequência, ele vai conseguir desenvolver as principais competências para atuar bem, que são:

  • Bom texto
  • Clareza de ideias
  • Raciocínio lógico
  • Memória
  • Boa oratória

Áreas de atuação

Depois de formado, existem dois grandes caminhos a seguir: a advocacia, que trabalha defendendo os direitos dos seus clientes, sejam eles pessoas ou empresas; e a carreira pública, tornando-se defensor, promotor, procurador ou juiz, entre outros cargos.

O curso de Direito é, ao lado de Administração, um dos que mais formam pessoas nas universidades. Para garantir a qualidade do profissional, existe um exame feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), cuja aprovação é condição para que o jurista possa advogar e assumir alguns cargos públicos.

Ainda assim, existem hoje mais de 700 mil profissionais habilitados. Um dos motivos de haver tanta gente é o fato de que o campo é extremamente extenso: direito do consumidor, tributário, propriedade intelectual, criminal – só para citar alguns exemplos. E a carreira pública, que é bastante meritocrática e dá os melhores cargos aos que se saem melhor em concursos, não fica por menos.

Disciplinas

O curso é bastante amplo e foca nas ciências humanas. Os primeiros anos costumam ser essencialmente teóricos, com aulas de sociologia, filosofia e teoria do estado. Depois surgem matérias específicas, que são várias. Confira as principais cadeiras que você vai encontrar na faculdade:

  • Direito Constitucional
  • Teoria Geral do Processo
  • Direito Administrativo
  • Direito Penal
  • Criminologia
  • Direito Empresarial
  • Sociologia do Direito
  • Direito Internacional Público
  • Responsabilidade Civil
  • Direito das Obrigações

Links úteis