Duração média: 4 anos

Desenhar para Inovar

Estamos cada vez mais cercados por uma infinidade de produtos e mercadorias, tantos que chega a ser impossível conhecer tudo o que nos é oferecido. Nesse mar de produtos e serviços, é difícil uma marca ganhar destaque hoje em dia. No entanto, já percebeu como há produtos, desenhos e imagens que acabam virando referência para todos? A maçã mordida da Apple e o design de seus produtos são um exemplo disso. Eles deram vida a produtos que, além de inovadores, tinham um desenho eficiente e impactante. Há muito trabalho por trás disso, com um esforço liderado principalmente pela competência do designer.

O processo de urbanização das cidades e os desdobramentos da internet são dois elementos que jogaram a favor da profissão nos últimos anos. Hoje em dia, empresas que querem se destacar precisam que suas marcas e seus produtos tenham a capacidade de transmitir missão e valores em um logotipo, além de terem uma proposta estética que faça sentido. Na web, o designer tem que criar sites agradáveis e que, mais importante, sejam inteligentes e intuitivos na hora do acesso.

O Design ganhou tanta relevância no mercado que muitos cursos oferecem a modalidade de Design Estratégico. Trata-se da prática de posicionar um negócio olhando todos os pontos de contato da empresa. Não se limita às questões gráficas ou de produto, mas também ao conhecimento de como o cliente avalia a marca, qual o impacto das ações de comunicação e como trabalhar com as informações do público para melhorar a imagem.

Perfil do profissional

O designer precisa ter a sensibilidade de olhar para o trabalho que ele tem que fazer e conseguir responder com algo que seja inovador, criativo, útil e simples. Um grande erro é acreditar que as pessoas nascem com o talento do desenho. No Design, o talento faz muita diferença, mas ele só funciona com conhecimento e esforço. Quer estudar Design? Avalie se você:

  • Gosta de buscar referências na arte e no cotidiano
  • Busca soluções que satisfaçam tanto o cliente quanto você
  • Tem sempre um lápis e uma caneta à mão para esboçar ideias

Área de atuação

Há duas grandes áreas para o designer: a gráfica (Design Gráfico) e a industrial (Design do Produto ou Desenho Industrial). A área gráfica é aquela na  qual o profissional cria projetos estéticos, logotipos e formatações de páginas e revistas. Nesse campo, o meio digital está ganhando espaço. Quem tem algum conhecimento de programação (não precisa ser muito!) pode se destacar. Desenvolver interfaces para sites, games e dispositivos móveis são as áreas mais quentes da profissão.

O desenho industrial tem uma infinidade de possibilidades. Trata-se de uma área consolidada onde o profissional pode trabalhar com o desenho de qualquer tipo de produto, como eletrodomésticos, carros, móveis e objetos de decoração. Há também a  possibilidade de atuar na fabricação de instrumentos de trabalho, como camas para hospitais e equipamentos para dentista. Uma área que tem procurado soluções de Design nos últimos tempos é a construção civil, principalmente com o desenho de azulejos e cerâmicas.

Disciplinas

Muitas faculdades dividem seus departamentos entre os cursos de Design Gráfico e Design de Produto (ou Industrial). No primeiro, há disciplinas como Editoração e Semiótica. No segundo, o aluno vai estudar também resistência de materiais. Em comum, as duas faculdades têm as seguintes cadeiras:

  • História da Arte
  • Desenho
  • Modelagem
  • Criatividade
  • Gestão
  • Marketing
  • Fotografia
  • Sociologia

Links interessantes: