Vestibular Unicamp 2016 bate recorde de inscritos

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp 2016 (Comvest) recebeu um número recorde de inscrições para o Vestibular Unicamp 2016: 77.760 inscritos. É o sétimo ano consecutivo que a Unicamp registra crescimento do número de candidatos. Nos dois últimos processos (2015 e 2014), o Vestibular Unicamp teve 73.818 e 77.146 inscritos, respectivamente.

Como é o Vestibular
Relação candidatos/vaga
Inscritos por cidade

O aumento em relação ao ano anterior é de 0,8%. No Vestibular Unicamp 2016, os candidatos disputarão 3.320 vagas distribuídas em 70 cursos de graduação da Unicamp. A relação candidatos por vaga (c/v) passou de 23,2 no vestibular passado para 23,4 nesta edição. A tabela completa está nesta página, assim como o total de inscritos por cidade de prova. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comvest no dia 31 de outubro, também em sua página na internet.

A primeira fase será realizada no dia 22 de novembro e a segunda fase acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de janeiro de 2016. Antes da primeira fase, haverá provas de Habilidades Específicas para candidatos aos cursos de Música, no período de 24 a 28 de setembro. Para os demais cursos (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança), as provas de Habilidades Específicas ocorrerão no período de 25 a 28 de janeiro de 2016.

Concorrência

As dez carreiras mais concorridas no Vestibular Unicamp 2016 são: Medicina, com 220 candidatos por vaga; Arquitetura e Urbanismo (111 c/v); Comunicação Social-Midialogia (50 c/v); Ciências Biológicas – Integral (45,4 c/v); Engenharia Civil (45 c/v ); Engenharia Química – Integral (37 c/v); Engenharia de Produção (34 c/v); Artes Cênicas (28 c/v); Ciência da Computação – Noturno (26,3 c/v); História (26,2 c/v) e Engenharia Mecânica – Integral (26,2 c/v).

Inclusão social

A Comvest registrou aumento do número de candidatos oriundos de escolas da rede pública inscritos para o Vestibular Unicamp 2016. O índice subiu de 26,6% no vestibular anterior para 28,1% este ano. Já entre os candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas (de acordo com a nomenclatura utilizada pelo IBGE), o aumento foi de 18,3% no ano anterior para 19,4% do total de inscritos este ano.

Fonte: Unicamp