Com escolas ocupadas, Fuvest altera dez locais de prova

Dez locais de provas onde seriam aplicadas, no próximo domingo (29), as provas da primeira fase do vestibular da Universidade de São Paulo (USP), a Fuvest, sofreram alteração. A medida foi tomada devido às ocupações de escolas estaduais feitas por alunos que protestam contra a reorganização escolar que levará ao fechamento de 93 unidades de ensino.

 > Veja os novos locais no site da Fuvest

Segundo a Fuvest, dos 121 locais de prova, dez são escolas públicas estaduais e oito novos endereços já foram divulgados. As provas que seriam feitas na Escola São Paulo foram remarcadas para acontecerem na Universidade São Judas, na Mooca. Quem faria o exame na Escola Professora Antonieta Borges Alves e na Escola Senador Filinto Müller terão de ir para a Faculdade Diadema. Aqueles que iriam fazer a prova na Escola Conselheiro Crispiniano, em Guarulhos, mudam para a Universidade de Guarulhos.

No interior do estado, os candidatos de São José dos Campos que realizariam a prova na Escola Professor Estevam Ferri e na Escola João Cursino mudam para a Faculdade Bilac. Na cidade de Pirassununga, a Escola Pirassununga foi substituída pelo Centro Universitário Anhanguera. Candidatos que prestariam o vestibular na Escola Otoniel Mota agora vão para a Unip.

Duas escolas na Vila Mariana – Lasar Segall e Brasílio Machado – que também serão substituídas ainda estão em estudo.

A Fuvest informou que todos os candidatos que tiveram o local do exame modificado receberão a confirmação por e-mail, SMS ou ligação telefônica. A lista completa com os novos endereços pode ser conferida no site da Fuvest.

Fonte: Agência Brasil