Entenda de uma vez por todas a importância dos simulados para o Enem

Em 2017, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) passou por diversas mudanças, mas uma coisa certamente não mudou de lá para cá: a necessidade de se preparar muito bem para a prova. Mas, afinal, qual é o melhor método de estudo?

Ainda não existe nenhuma fórmula mágica para assimilar de uma só vez o conteúdo de todo o Ensino Médio, já que, como nós já dissemos por aqui, não é possível aprender por osmose. No entanto, existem sim técnicas que podem ajudar (e muito) na preparação para o Enem, e uma das mais importantes é a prática.

 

É simples: sempre que estudar um conteúdo, você pratica com uma pequena lista de exercícios. Para tornar a preparação ainda mais eficiente, vamos ao ponto chave da questão: os simulados. Usá-los na preparação para o Enem é uma técnica muito eficaz e que traz inúmeras vantagens.

Quer entender o motivo? Continue lendo e aprenda tudo sobre a importância dos simulados para o Enem!

Fazer simulados para o Enem é uma forma de acompanhar sua evolução

De nada adianta estudar muito sobre um conteúdo que você já domina e acabar deixando passar pontos importantes nos quais você tem mais dificuldade. Quando você faz um simulado, consegue identificar seus pontos mais fracos e tem a chance de melhorá-los.

Você pode organizar seus simulados com uma periodicidade fixa — por exemplo, uma vez ao mês —, assim você poderá acompanhar cada passo da sua evolução, além de verificar se os estudos estão surtindo o efeito desejado. Se você perceber que não mudou nada entre um simulado e outro, vale repensar seu método de estudo.

Você aprende a controlar o tempo

Um dos maiores desafios do Enem é lidar com o tempo. São 90 questões em cada tarde de prova, os textos são grandes e alguns enunciados exigem uma interpretação que pode tomar alguns bons minutos. Isso sem falar no tempo necessário para passar tudo com muito cuidado para o cartão resposta.

Quando fizer um simulado, cronometre o tempo exato que terá no dia da prova oficial. Assim você pode conhecer seu próprio ritmo, se adaptar para conseguir fazer tudo dentro do prazo e, de quebra, diminuir bastante o nervosismo.

Os simulados ajudam a conhecer a prova

Quanto mais você pratica com questões iguais às do Enem, mais você conhece o estilo da prova. Esse é outro fator que ajuda a diminuir a ansiedade, afinal, você não estará andando em território desconhecido.

Conhecendo bem a prova, você consegue se adaptar ao que ela exige, aprende a identificar as famosas pegadinhas, melhora a interpretação de texto e consegue ser mais ágil na resolução. Assim, quando o dia do exame oficial chegar, você não vai mandar bem só com o conteúdo, mas também dominará completamente o formato da prova!

E aí, deu pra entender a importância dos simulados para o Enem? Se quiser um ambiente ainda mais realista, use só a caneta preta e nada de consultar o material durante o simulado.