Será que o Enem 2018 foi mais fácil ou mais difícil?

As notas mínimas e máximas no Enem 2018 foram, ambas, maiores do que as registradas em 2017. Ou seja, mais gente mandou muito bem, enquanto menos gente foi muito mal. Será que isso indica que a última prova estava mais fácil do que antes?

>> Confira sua nota no Enem 2018

No início do ano passado, quando divulgou o tempo maior para o dia da prova de Matemática, o Inep informara que o exame não iria ficar mais difícil. Bom, ninguém gabaritou os 1.000 pontos totais em nenhuma das provas objetivas – e olha que foram 4 milhões de participantes –, mas a quantidade de estudantes que atingiram altas pontuações cresceu. Além disso, à parte na prova de Ciências da Natureza, diminuiu o número de pessoas com as menores pontuações.

Notas maiores

Na prova de Linguagens e códigos do Enem 2018, a nota máxima subiu de 788,8 para 816,9 pontos. No entanto, apenas uma pessoa chegou a essa pontuação, o mesmo que já ocorrera no ano anterior.

Prepare-se para o Enem 2019!

Receba aulas, dicas e temas de redação para a próxima prova

* preenchimento obrigatório
 

Plano de Estudos para o Enem 2019

Saiba o que estudar a cada semana em uma agenda organizada e fácil de usar. Mais fácil que isso, só a agenda do tempo de colégio 😉 Veja o cronograma

 

Na prova de Matemática, o movimento foi inverso: o número de pessoas com a nota máxima saiu de 16 para 27. A pontuação mais alta também cresceu: de 993,9 para 996,1 pontos no Enem 2018.
A prova de Ciências Humanas (que engloba História, Geografia, Filosofia e Sociologia) teve mais alunas e alunos com a nota máxima em 2018: foram 15, contra apenas 2 no outro ano. Por outro lado, a pontuação mais alta diminuiu de 868,3 para 850,4 no último Enem.

A prova de Ciências da Natureza (que engloba Biologia, Química e Física) também teve pontuação top menor: saiu de 885,6 em 2017 para 869,6 agora. Mas mais gente atingiu esse valor: havia apenas uma pessoa no outro ano, e houve 13 no Enem 2018.

Notas menores

A quantidade de pessoal que foi muito mal nos exames apresentou redução no Enem 2018. A nota mínima de Linguagens e códigos, por exemplo, passou de 299,6 antes para 318,8 no último ano. Além disso, em vez 224 pessoas com a pior pontuação, houve 195, quase 13% a menos.

Em Matemática, normalmente a “vilã” da escola, a nota mínima saiu de 310,4 em 2017 para 360 no Enem 2018. O número de alunos com o pior desempenho foi igual: apenas um.

Plano de Estudos para o Enem 2019

Saiba o que estudar a cada semana em uma agenda organizada e fácil de usar. Mais fácil que isso, só a agenda do tempo de colégio 😉

Veja o cronograma!

 

Na prova de Ciência Humanas, houve o maior salto: a nota mais baixa foi 387,2 no Enem 2018, mais de 80 pontos acima do registrado em 2017. E, se antes foram 30 estudantes com pontuação baixa, dessa vez houve apenas um.
Por outro lado, a prova de Ciências da Natureza apresentou tendência inversa. Uma única pessoa tirou a pior nota em 2017, número que subiu para 256 no Enem 2018. A nota, no entanto, seguiu as demais áreas e subiu: de 298 para 362,5.

Provas em branco

A quantidade de participantes do Enem 2018 que deixou a prova em branco (ou, no mínimo, não preencheu o gabarito) apresentou queda. Em Linguagens e códigos, saiu de 3,8 mil para 3,7 mil; em Matemática, foi de 959 para 872; em Ciências Humanas, de 8,3 mil para 7,7 mil.

A exceção, de novo, foi o exame de Ciências da Natureza. As provas em branco subiram de 676 no outro ano para 717 no Enem 2018.

Não é assinante?

Estude com a gente!

Alto desempenho

Estudantes com alto desempenho no Enem 2018 somam entre 10,5 mil e 38,3 mil pessoas. O percentual de alunas e alunos com pontuação acima de 700 em cada área fica entre 0,3% e 2,1%.

A prova de Matemática registra 1% ou 38.330 participantes com notas acima de 700 pontos. Os índices de Ciências da Natureza vão pela mesma linha: 0,8% ou cerca de 29.766 pessoas.

A prova de Linguagens e códigos tem os menores índices, com 0,3% do total ou 10.559 estudantes. Em Ciências Humanas, o valor é o mais expressivo: 2,1% ou 87.478 pessoas.

Assine nosso Curso Completo

Opções de pagamento no cartão de crédito ou no boleto, em até 12x! Experimentar 7 dias