O tempo está correndo: já decidiu qual profissão vai seguir?

O vestibular está chegando e você ainda tem dúvidas sobre qual curso fazer? Não precisa se desesperar! Como se trata de uma decisão bastante importante, é importante que você pense bastante, pesquise e amadureça um pouco todos os dias sobre o assunto.

Com paciência e esforço (olho nas nossas dicas lá embaixo!) você saberá qual profissão seguir, ou pelo menos a que não seguir. Basta compreender quais são os aspectos a serem levados em conta antes de decidir. Afinal, a graduação que você cursará terá um grande impacto em sua vida profissional.

Nós separamos 3 dicas que podem ajudar a pensar no tema com maior profundidade. Confira logo abaixo:

1. Conheça seu próprio perfil

O que você gosta de fazer? Quais são seus hobbies? O que lhe cativa?

Essas perguntas são essenciais para delimitar qual profissão você deve seguir. De nada adianta estudar horrores, passar direto no vestibular e fazer uma faculdade que não tem nada a ver com seus objetivos futuros.

Ao entender seu perfil por completo, fica mais fácil pensar nos estudos e até projetar um plano de carreira.

Tente “unir” mentalmente as suas aptidões. Por exemplo: você gosta muito de Português e é fã de História? Então, por que não tentar algo relacionado às Ciências Humanas, como Jornalismo ou Letras?

Depois disso, busque por relatos de pessoas que fizeram os cursos pelos quais você se interessou. Às vezes, aquilo que desperta nossa curiosidade não se liga diretamente a um trabalho que consideramos ideal.

Caso tenha se interessado por Engenharia Civil, veja as posições oferecidas no momento para esse tipo de profissional.

Ou seja, é preciso verificar a situação atual do mercado e relacioná-la às faculdades que tem em vista. Dessa forma, você diminuirá as chances de se frustrar com as possibilidades geralmente atreladas àquelas graduações.

Se ainda tem muitas dúvidas sobre seus gostos e facilidades, um teste vocacional pode ser de grande utilidade.

2. Opte por algo instigante

Acredite: você pode se preparar muito para entrar na instituição de ensino dos seus sonhos, mas se ela não combinar direito com o seu perfil, a decepção tende a ser enorme.

Converse com pessoas que já estudaram nos locais onde você almeja se preparar. Veja como a universidade em questão organiza e disponibiliza os programas de curso. Saiba como ela avalia seus alunos.

Você prefere o método tradicional com aulas expositivas ou quer algo mais moderno, com recursos tecnológicos e interatividade?

3. Não deixe o dinheiro escolher qual profissão seguir

É óbvio que o aspecto econômico é importante. Contudo, você não pode se embasar somente nele para pensar em toda uma trajetória profissional.

Se você não gosta nem um pouco de algo, fique longe disso. Já pensou que desgastante ter que fazer uma coisa que você odeia todos os dias?

Depois de considerar aquilo que lhe apetece e entender as condições de mercado, não será tão difícil encontrar algo que seja bom para você. Mais importante do que decidir qual profissão seguir é a sua felicidade, não é mesmo?

Você gostou do post e quer ler mais informações sobre o tema? Siga a gente no FacebookInstagram e YouTube.