Por que a maçaneta sempre parece mais fria que a porta?

Em primeiro lugar, você precisa ter em mente que a maçaneta de metal somente “parece” estar mais fria que a porta de madeira, mas ambas certamente apresentam a mesma temperatura. Isso porque, quando dois corpos com temperaturas distintas são colocados em contato, o corpo mais quente se resfria e o corpo mais frio se esquenta, até que ambos atinjam a mesma temperatura, o que ocorre através da transferência de energia térmica do corpo mais quente para o corpo mais frio na forma de calor.

Desse modo, ainda que a maçaneta de metal e a porta de madeira apresentassem, inicialmente, temperaturas distintas, a partir do momento em que as peças foram colocadas em contato elas começaram a trocar energia térmica até alcançarem a temperatura de equilíbrio.

 

Mas se não há mesmo diferença de temperatura, por que a maçaneta sempre parece mais fria?

Entre corpos sólidos colocados em contato, o calor é transferido por condução, ou seja, a energia térmica é transmitida partícula a partícula, através de sucessivas colisões entre os átomos que compõem os corpos, sem que haja transporte de matéria. As substâncias que transmitem calor por condução de forma eficiente, como os metais, são chamadas de bons condutores térmicos, enquanto aquelas que não o fazem, como a madeira, são denominadas isolantes térmicos.

Em regra, a temperatura do nosso corpo está acima da temperatura ambiente e, consequentemente, acima da temperatura da porta (inclusive da maçaneta). Quando colocamos a mão na porta, então, nosso corpo começa a perder calor para a porta, pois a tendência, como visto, é que os corpos entrem em equilíbrio térmico.

Como o metal é um bom condutor de calor, a transferência de energia térmica do nosso corpo para a maçaneta de metal ocorre rapidamente, o que provoca uma redução imediata na temperatura da nossa mão, dando a sensação de que a maçaneta é que está fria. Já a madeira, como dito, é um isolante térmico, ou seja, ela “rouba” calor do nosso corpo muito vagarosamente, motivo pelo qual não temos a mesma sensação de frio quando tocamos diretamente a porta.