Novo calendário do Fies: inscrições vão de 7 a 14 de fevereiro

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) também teve o calendário alterado em função da prorrogação do prazo do Sisu. Agora, o Fies recebe inscrições entre 7 e 14 de fevereiro de 2019.

As inscrições são para financiamento a partir do primeiro semestre de 2019. O prazo anterior seria entre 5 e 12 de fevereiro.

O que é o Fies?

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa federal de financiamento de estudos de graduação. O empréstimo é concedido a estudantes que desejem cursar o terceiro grau em alguma das instituições de ensino superior privadas.

O financiamento, diferente do ProUni, não é uma bolsa, e sim um empréstimo que o estudante deve pagar. As parcelas começam a ser cobrados depois que a(o) profissional se formar.

P-Fies

Enquanto o Fies é um programa de concessão de financiamento que usa recursos federais, o P-Fies é uma espécie de parceira com bancos privados. O objetivo é o mesmo, mas no P-Fies cada banco e cada universidade podem ter critérios contratuais diferentes. Confira bem os detalhes se optar pelo P-Fies.

Para distinguir os dois, os editais referem-se ao Fies que usa recursos integralmente públicos como FiesSeleção. O P-Fies é sempre chamado de P-Fies.

Quem pode se inscrever

Podem se inscrever para o Fies e o P-Fies estudantes que tenham realizado o Enem, em qualquer edição a partir de 2010. É preciso ter tido média aritmética das áreas de conhecimento superior a 450, e não ter zerado a redação.

Os futuros universitários também precisam ter renda bruta familiar máxima de três salários mínimos por pessoa. Quem tiver essa renda entre três e cinco salários mínimos pode aplicar apenas para o P-Fies.

Quem for sozinho e não tiver outras pessoas no grupo familiar precisa ganhar pelo menos um salário mínimo e ser capaz de se sustentar e pagar os encargos mensais dos estudos com a própria renda. Quem tiver renda familiar per capita inferior a um salário mínimo não pode se inscrever.

Profissionais que já tenham uma graduação podem se inscrever para o Fies e o P-Fies para financiar um segundo curso superior.

Estudantes que já tiraram financiamento e estão inadimplentes não podem pedir novo empréstimo. Quem tiver dívidas com a Creduc e quem já tiver um financiamento também não pode se inscrever.

Resultados

Candidatos que se elegem ao financiamento estudantil pelo Fies podem conferir a lista de classificados a partir de 25 de fevereiro. A ordem dos empréstimos é definida pela maior nota no Enem dentro de cada grupo de referência.

O Fies tem uma lista única de classificados. Após sua divulgação, é possível inscrever-se na lista de espera.

Classificados deverão realizar a complementação da inscrição, pelo site oficial do Fies, entre os dias 26 de fevereiro e 7 de março de 2019. É preciso, ainda, validar as informações presencialmente e comparecer a um agente financeiro.

Lista de espera

A lista de espera do Fies não exige nova inscrição. Ela é formada automaticamente por estudantes que não foram classificados na chamada regular.

A pré-seleção da lista de espera ocorre no período entre 27 de fevereiro e 10 de abril de 2019. É de responsabilidade de cada estudante conferir o site oficial do Fies para verificar se foi classificada(o).

Mais detalhes sobre Fies e P-Fies podem ser obtidos no edital do Fies 2019, bem como no documento de retificação, ambos publicados no Diário Oficial da União (DOU).