Como usar as férias para se preparar para o Enem e os vestibulares

Quem vai encarar o Enem e o vestibular no final do ano provavelmente já está começando a sentir aquele frio na barriga. E como aproveitar as férias com tudo isso na cabeça?

Segundo a psicóloga Jaqueline Ferreira, especialista em psicoterapia e orientação vocacional, a preparação que o futuro vestibulando deve fazer durante o verão é em relação ao planejamento do ano de estudos. “Esse é um ano diferente de todos que o jovem já viveu, então ele precisa começar organizando as questões objetivas do processo”, resume.

 
PUBLICIDADE


Escolha da carreira

fotosearch_k6238428

Para a especialista, que já trabalhou em cursinhos pré-vestibular e hoje é diretora da consultoria Vocacional, em Porto Alegre (RS), a escolha da profissão é o primeiro passo. Ela vai prover, por um lado, a motivação do aluno para alcançar seu objetivo. Por outro, vai permitir que faça escolhas sabendo o que é preciso para chegar lá.

“Cursos de maior pontuação, como Medicina, vão exigir um preparo a partir de março. Se a escolha for por um curso com pontuação não tão alta, pode escolher entre começar no início do ano ou mais adiante “, explica Ferreira.

Prepare-se para o Enem desde já

Se o Sisu for a forma de ingresso da universidade desejada, é bom iniciar antes do segundo semestre, já que as provas do Enem costumam ocorrer em novembro.

“O estudante precisa escolher um cursinho, então pode aproveitar as férias para conhecer as opções. Pode entrar em grupos de estudo, oficinas de redação. Também pode optar por dar um gás na escola agora no início, para garantir o desempenho e a aprovação no terceiro ano, e então dedicar-se mais ao vestibular”, continua.

Novo ciclo

fotosearch_k12954690

Ferreira descreve o vestibular como rito de passagem: o aluno deixa de ser tido como adolescente para ser encarado como adulto.

“É o último ano de escola, com aqueles amigos, naquele ambiente, com a rotina a que vinha se vinha acostumado. Além disso, é um período marcado por festas de despedida, viagens, a formatura, eventos que vão mobilizar a atenção do estudante e que podem interferir”, detalha.

Conversar com pais, professores e colegas é essencial, especialmente antes do início do ano, quando a pressão ainda está mais leve. O período de férias é importante para que o aluno se dê conta de todas essas mudanças.

Não é assinante?

Estude com a gente!

Rotina intensa

Planejar-se para o ano é uma forma de aliviar um pouco essa pressão. A psicóloga indica o período de férias para se organizar, já que em março o vestibulando já começa a encarar outras demandas. É interessante que se crie uma agenda bem detalhada, para que haja tempo para tudo.

“É um ano de intensa exigência cognitiva. Por isso é muito importante manter uma atividade física, assim como ter bom sono e boa alimentação. Essa estrutura que o planejamento garante também é um dos suportes que o aluno vai ter”, descreve.

A nova rotina deve começar já no início no ano. Isso porque, mais para o final, com a proximidade das provas, outras demandas vão aparecer – simulados, aulões, a formatura -, e é importante estar embalado para absorver mais esses compromissos.

E então? Mãos à obra!

Assine nosso Curso Completo

Opções de pagamento no cartão de crédito ou no boleto, em até 12x! Experimentar 7 dias