Como as Olimpíadas do Rio podem aparecer no Enem

A cidade do Rio de Janeiro vai sediar em agosto de 2016 a 31ª edição dos Jogos Olímpicos. Como falta pouco tempo para a competição (e muito menos que isso para o Enem), achamos prudente apontar nossas apostas de como o evento pode cair em cada uma das avaliações do exame.

Nós temos cinco assuntos, um para cada prova, para você prestar atenção quando ouvir notícias olímpicas. Confira!

1) Matemática

Uma das grandes recorrências do Enem na prova de matemática é avaliar se o aluno consegue ler gráficos. E em gráficos, todo tipo de relação com as Olimpíadas é possível: trajetória em um arremesso de bola acompanhado de uma equação de segundo grau ou países que mais sediaram edições dos jogos para um cálculo de porcentagem, por exemplo.

Não deve haver uma relação direta nas questões, mas usar os jogos como pano de fundo é bem possível.

2) Linguagens

Dominar o tema Olimpíadas vai ser bom para um eventual texto em inglês ou espanhol. Como boa parte desses conteúdos nas provas são extraídos de notícias, acompanhar e entender modalidades ajuda você a compreender melhor o texto em língua estrangeira.

Também há muito conteúdo nesses idiomas, já que dos trinta jogos realizados até agora, doze ocorreram em cidades cujo idioma oficial é inglês ou espanhol.

3) Redação

Se cair na redação alguma coisa relacionada com os Jogos Olímpicos, o tema deve ser mais geral. Para não correr o risco – e tampouco ficar acompanhando diariamente informações sobre o evento -, busque informações gerais, mas relevantes, como o custo do evento e nações envolvidas.

Se você está completamente perdido, um bom começo é esta matéria aqui sobre as 10 curiosidades sobre o evento de 2016.

4) Ciências humanas

Apesar de as questões de História trazerem muito contexto para a prova, a de Geografia é um campo que tem muito a ser explorado para as Olimpíadas. Principalmente porque a prova trata muito sobre urbanização.

O que isso tem a ver? Muito! A cidade de Londres, por exemplo, que sediou os jogos em em 2012, aproveitou as reformas para deixar um legado aos londrinos. Vale aqui ponderar a dificuldade do Rio de Janeiro em solucionar a questão urbana e a segregação das favelas.

5) Ciências da natureza

A prova de Física pode brincar com modalidades tradicionais das Olimpíadas e cobrar questões de movimento retilíneo uniforme em provas de atletismo. No entanto, uma questão que tem todos os elementos para cair na prova de Biologia é uma sobre a poluição na baía de Guanabara.

Durante um bom tempo os atletas de remo vêm se preocupando com o lixo acumulado, que atrapalha as competições. O impacto ambiental com a queda do oxigênio nas águas é uma questão pronta para a prova.

Apesar de esses cinco conteúdos serem apenas apostas, conhecer os bastidores econômicos, políticos e sociais das Olimpíadas do Rio ajuda você a entender em que contexto os jogos chegam ao Brasil. Ainda que não caia nada sobre a competição, ficar de olho nos problemas de poluição e urbanização também é, de qualquer forma, estar um passo a frente.