5 questões de Física que você vai encontrar no Enem

Olhe ao redor. Você enxerga por causa da luz, consegue viver por causa da temperatura da Terra, mexe-se com a energia que obtém dos alimentos, anda de carro graças à combustão do motor (ou à corrente elétrica gerada por ele, se tiver um veículo híbrido). Vendo por esse lado, a Física não parece tanto um bicho-papão, não é?

No Enem, algumas questões ainda puxam para o lado mais tradicional, como nos exemplos dos livros: “um corpo de massa X” ou “uma partícula de carga TAL”. Mas muitos já trazem situações do cotidiano, como um carro que faz uma curva, ou uma pessoa que observa um objeto. Selecionamos para você os conteúdos da Física que mais caem no Enem, com videoaulas que mostram tanto o lado teórico quanto os exemplos práticos desse (ex-)bicho-papão no nosso dia-a-dia.

1) Ondulatória

Ou a ciência das ondas. Da garrafa térmica àquele ventinho gostoso na beira da praia, essas ondas estão presentes. Da música favorita à sirene de alerta da ambulância – aliás, qualquer coisa que você esteja ouvindo agora chega ao seu ouvido por ondas. Não por acaso, elas são figurinha carimbada nas provas do Enem. Em especial, os fenômenos ondulatórios, como refração (lembra da receita que pede um pote refratário para ir no micro-ondas?), difração e interferência (sim, aquilo que às vezes estraga o seu sinal da internet no celular). Entenda tudo sobre ondulatória na videoaula do professor Áureo Dantas sobre o tema (é para assinantes, mas você pode experimentar todo o nosso material gratuitamente por 7 dias. Confira aqui!)

aureo-ondas

2) Lentes e o olho humano

Agora que você já revisou o funcionamento das ondas, deve ter notado que é graças a elas que o olho humano é capaz de enxergar. Mas aqui há mais um tópico da Física que entra na equação: as lentes. Se você juntar as palavras “olho” e “lente”, é bem possível que a primeira imagem que lhe venha à cabeça seja a de uma pessoa de óculos. E é isso mesmo: dependendo do formato, as lentes afetam a trajetória da onda, o que resulta em imagens diferentes. Se a lente natural do olho tem problemas, então a pessoa precisa usar uma lente externa que corrija a imagem que ela vê. Parece complicado? Mas não é. O professor Áureo Dantas explica tudo em detalhes na videoaula abaixo:

aureo-visao

3) Calorimetria

Essa é batata, de um jeito ou de outro acaba sempre caindo no Enem. Afinal, calor é uma energia tão importante que ganhou uma subárea inteira: a calorimetria. Um dos aspectos que a prova mais cobra dentro do tema é a transmissão dessa energia, chamada propagação do calor. Como o Sol aquece a Terra? Por que você tem frio no inverno? E aquela vez em que você deixou a colher dentro da panela e quando foi se servir queimou os dedos? Tudo isso ocorre por causa dessa propagação de calor. Confira a explicação tim-tim por tim-tim do professor Reginaldo Teixeira:

regis-prop-calor

4) Trabalho

Trabalho, na Física, não é tão diferente daquilo que a gente entende na economia. É um esforço que se faz em uma direção – mesmo que, às vezes, seja só pagar as contas do mês! Na ciência, o trabalho é o “esforço” que uma força faz para deslocar um objeto. Levantar uma caixa pesada dá um trabalhão, né? Pois aí está: o tal trabalho. Se há força e há deslocamento envolvidos, lá está ele. O professor Reginaldo Teixeira explica bem direitinho na videoaula abaixo:

regis-trab

5) Conservação de energia

Você já deve ter ouvido que “nada se cria, tudo se transforma”? Na energia, isso é absolutamente verdade, e o Enem não deixa de cobrar esse conceito. A comida que você ingere vira energia para estudar para o Enem – e curtir os momentos de descanso também. A gasolina do tanque é queimada, o que gera o movimento do pistão, que gira as rodas do carro ou do ônibus, que leva você aonde você quer ir. A água da hidrelétrica cai na turbina (energia potencial), que gira (energia cinética), que movimenta o dínamo e gera a energia elétrica que vai atravessando os fios do país até chegar aí, na tomada em que está o seu computador. Quer ver como a Física explica isso – e quais contas o Enem pode cobrar sobre o processo? Confere aí a explicação do professor Reginaldo Teixeira sobre esse aspecto da Dinâmica:

regis-conserv

Bons estudos! 😉