15 temas atuais que podem cair na redação do Enem

Qual será o tema de redação do Enem 2019? Mesmo que se tenha treinado muito e com muitos temas, essa pergunta angustia milhões de estudantes que vão fazer a prova. Mas a preocupação pode ser domada e resolvida.

Primeiro, se você der uma olhada nos assuntos já cobrados, verá que a temática central se repete. Sempre se pede uma análise de um conteúdo com foco social, e matérias jornalísticas ou dados são disponibilizados para ajudar na argumentação.

Prepare-se para o Enem 2019!

Receba aulas, dicas e temas de redação para a próxima prova

* preenchimento obrigatório
 

Plano de Estudos para o Enem 2019

Saiba o que estudar a cada semana em uma agenda organizada e fácil de usar. Mais fácil que isso, só a agenda do tempo de colégio 😉 Veja o cronograma

Temas de redação

Em segundo lugar, o exercício de levantar possíveis temas é um ótimo jeito de se preparar. Já publicamos uma matéria com os 9 assuntos de atualidades que podem cair no Enem 2019. Lá, demos muitas ideias de conteúdos que estão em alta para o ano e podem ser tema de redação.

Mas como o assunto é redação, nós desdobramos isso em quinze temas de redação que podem cair no Enem 2019. De quebra, também ajudamos com argumentos para você melhor desenvolver seu texto.

1. O conceito de família no século XXI

Há, no Congresso Nacional, um projeto de lei que criou o Estatuto da Família. No texto, a família passa a ser definida como a união entre homem e mulher, excluindo a possibilidade de casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Além disso, o STF discute em 2019 duas ações que pedem a criminalização da homofobia.

A população LGBT foi alvo de discursos de ódio durante as últimas eleições. Fake news (notícias falsas) sobre um suposto kit gay estiveram entre as mais compartilhadas em redes sociais e no WhatsApp.

Sobre esse tema, analise a injustiça que pode ser feita com pessoas que se amam e o reforço ao preconceito de grupos já segregados. Também é pertinente falar sobre a desinformação que existe sobre o tema e que isso contribuiu para a intolerância. Falamos sobre isso e sobre as novas estruturas familiares neste texto.

>> Quer praticar? Envie sua redação sobre Família para a gente corrigir!

2. Direitos coletivos

O Brasil e a América do Sul como um todo vivem uma onda de conservadorismo no momento atual. Isso se reflete nas ações e políticas implementadas por governos mais conservadores.

Nesse cenário, pode ocorrer retrocesso em alguns direitos. Além do casamento, pode-se pensar em liberdade de expressão, liberdade religiosa (que inclui o direito de não ter religião) e direito à informação.

Para a argumentação, você pode contrapor as ideias de individualidade e coletividade: quem tem direito a que, em dado contexto, e que coletivos podem interferir em crenças individuais. Lembre-se de que o objetivo é dar sua opinião, não xingar esse ou aquele grupo.

3. Atos em nome da religião

Até pouco tempo, o foco das notícias sobre intolerância religiosa era em grupos religiosos extremistas, em especial os islâmicos. Atualmente, o debate sobre o Estado laico e a imposição de posições tidas como religiosas sobre membros de fora das congregações têm ganhado relevância.

Por um lado, quais são os riscos à liberdade religiosa, principalmente aos grupos pacíficos? E como combater essa intolerância? Por outro lado, é interessante levantar a questão sobre o respeito a quem não tem religião, ou quem pratica suas crenças de maneira não vinculada a uma denominação religiosa específica. Busque refletir sobre como a crença religiosa, uma crença que é individual, torna-se debate público.

Correção de Redação +
Curso Completo

Assine o pacote Anual por 12x R$ 9,90 e ganhe duas correções de redação por mês!

Experimentar 7 dias

4. Aprender pela internet

Este tema é uma aposta do Vestibular.com.br! Já se deu conta da quantidade de vezes que você recorre à web para estudar e revisar temas que não ficaram claros?

A democratização de informação e o risco de recorrer a sites com informações nem sempre verdadeiras são pontos que devem ser considerados. Esses dois aspectos ganharam bastante foco no último ano em função de propostas eleitorais de ampliar o ensino à distância para o Ensino Básico e também pela proliferação de notícias falsas (fake news), especialmente no período eleitoral.

5. Mobilidade urbana

A cidade de São Paulo vive uma revolução na mobilidade urbana. Ações para melhorar o trânsito e a construção de centenas de quilômetros de ciclovias nos últimos anos mostram uma mudança na forma como nos deslocaremos nas cidades. Além disso, a chegada de serviços de transporte usando aplicativos de celular tem tido grande impacto na maneira como as pessoas pensam suas opções de transporte.

Pense nos problemas dos conglomerados urbanos e na importância de movimentos sociais na reivindicação e inserção de medidas, como a melhoria dos metrôs e a implantação de ciclovias. Também vale pensar sobre a velha distinção entre transporte individual e coletivo, políticas de caronas e em como a segurança pública tem relação com essas escolhas. Falamos sobre vários aspectos da mobilidade urbana neste texto.

6. Descriminalização das drogas

O assunto é quente. O STF está discutindo se a Lei Antidrogas é constitucional ou não. Para você ficar por dentro, explicamos melhor o assunto aqui.

Na argumentação, contraponha a forma como o tráfico alimenta a criminalidade com a importância (e os riscos) de discutir a descriminalização de algumas substâncias.

Plano de Estudos para o Enem 2019

Saiba o que estudar a cada semana em uma agenda organizada e fácil de usar. Mais fácil que isso, só a agenda do tempo de colégio 😉

Veja o cronograma!

7. Crise do sistema hídrico

Outro tema que já tratamos aqui. Os frequentes racionamentos em São Paulo e o já antigo problema de falta d’água no Nordeste – mesmo o Brasil tendo a maior reserva de água doce do mundo – são um prato cheio para a redação do Enem.

Foque na importância de investir em infraestrutura para distribuição da água e na tecnologia para reutilização e despoluição de rios e lagoas. Também vale pensar na relação da água com a matriz energética brasileira e no projeto de lei 495/2017, que propõe privatizar a água.

8. Porte de armas

Tema polêmico, mas cheio de pontos de vista para a argumentação. No Brasil, a discussão sobre o desarmamento voltou à tona com tudo neste ano. O presidente eleito manifestou-se publicamente a favor de revogar o Estatuto do Desarmamento, o que pode ocorrer ainda em 2019.

Fale sobre os riscos de as armas caírem nas mãos de criminosos e a importância de combater o problema por meio de políticas de segurança pública e educação. Se quiser se aprofundar, leia este texto.

9. A mulher na sociedade contemporânea

Apesar de ser um tema recorrente no Enem, a violência contra a mulher em casa e na rua, e a discrepância de salário no mercado de trabalho são problemas que ainda não foram superados. A questão do aborto é uma das apostas mais fortes, já que em 2019 o STF vai julgar a descriminalização do ato.

O processo de empoderamento da mulher se iniciou na década de 60 e ainda há muito por fazer. Sobre o assunto, pode-se abordar costumes antigos que ainda perduram na sociedade atual, a mulher no poder e em cargos de alto nível (empreendedorismo e independência) e o preconceito por parte da parcela masculina.

Não é assinante?

Estude com a gente!

10. A democracia brasileira

Em 2015, completou-se 30 anos do fim do Regime Militar. Nas eleições passadas, vários grupos e candidatos(as) manifestaram-se de modo polêmico sobre o período – o próprio ministro da Educação entre eles(elas). Reflita sobre o que mudou nesses 24 anos desde a redemocratização.

Quais os caminhos que devemos tomar para reforçar a democracia brasileira? Quais os principais problemas?

O tema é um prato cheio, mas evite cair em argumentos polêmicos, como manifestar posicionamento político e replicar um discurso raivoso contra governo ou oposição. Seja crítica(o), mas lembre-se de que o texto deve ser uma dissertação-argumentativa, trazendo os prós e os contras.

11. Justiça com as próprias mãos

O problema da segurança pública no Brasil foi um dos focos da última campanha eleitoral. No debate – e na própria discussão do Estatuto do Desarmamento –, uma parcela grande de eleitores e pleiteantes a cargos públicos manifestou-se de modo mais extremo sobre a criminalidade. Já em 2015 uma pesquisa mostrava que 50% da população brasileira acredita que “bandido bom é bandido morto”.

Esses fatos indicam, por um lado, um colapso do nosso sistema de segurança pública. Por outro, mostram uma descrença no restabelecimento da paz por vias civilizadas. Além disso, pode-se abordar a insuficiência do sistema judiciário e penitenciário brasileiro, a falta de ressocialização nas prisões e o despreparo da polícia.

12. Crise política no Brasil

Com a operação Lava Jato, o impeachment de Dilma Rousseff e a prisão de diversos políticos por corrupção, o Brasil vive um dos seus piores momentos políticos. A polarização das últimas eleições é um reflexo forte da crise política atual.

Na redação, é possível argumentar sobre os alguns impactos da crise, como a estagnação da economia, oscilação da inflação ou elevado índice de desemprego. Outro aspecto é a insegurança da população com relação às instituições públicas, ou mesmo a própria polarização das eleições.

Plano de Estudos para o Enem 2019

Saiba o que estudar a cada semana em uma agenda organizada e fácil de usar. Mais fácil que isso, só a agenda do tempo de colégio 😉

Veja o cronograma!

13. Crise migratória

Embora o Brasil tenha começado a receber haitianos em 2011, apenas em anos recentes a crise migratória tem sido mais debatida em relação à nossa realidade. O alto número de venezuelanos que chegou aqui após a crise do país vizinho, somado à suspensão (em 2016) da Venezuela do Mercosul e à polarização das eleições, faz do tema um forte candidato para a redação do Enem 2019.

Argumentos a favor da ajuda aos estrangeiros levantam questões de direitos humanos e responsabilidade social. Opositores questionam o inchaço dos sistemas públicos e a necessária atuação do Estado diante do aumento populacional. Vale falar também sobre xenofobia, preconceito e violência, bem como sobre respeito, igualdade de oportunidades e até sobre a imagem de “receptivo” do povo brasileiro.

14. Apropriação cultural

Um tema polêmico, a apropriação cultural diz respeito ao uso de elementos próprios de uma cultura por um grupo cultural distinto. É importante lembrar, por exemplo, que o turbante, na cultura africana, é um adereço religioso, e por isso deve ser respeitado. Também é possível relacionar o tema também à popularização do funk junto a um público que até pouco tempo atrás classificava o gênero como “música da favela”. A questão identitária de manifestações culturais como religião, música, moda, estilo de cabelo, entre outras, é o principal aspecto.

Sobre isso, é importante argumentar sobre racismo, etnocentrismo e capitalismo (a importância e o poder da mídia sobre o tema). Também vale falar sobre até que ponto quem consome cultura reflete sobre essa cultura.

>> Quer praticar? Envie sua redação sobre Apropriação cultural para a gente corrigir!

15. Liberdade de expressão

Tema velho que pode ganhar uma nova roupagem neste ano é a liberdade de expressão. Os limites entre discurso de ódio e opinião, alguns argumentam, estão ainda mais borrados em tempos de redes sociais. A possibilidade de publicizar uma posição sobre um tema e ser lido(a) por milhares de pessoas online traz um novo impacto ao tema.

Vale destacar que até o Enem foi alvo nas últimas eleições. Desde 2017 sem poder cobrar respeito aos direitos humanos na redação, o exame usado pela maioria das instituições públicas de ensino superior do país pode sofrer muitas alterações nesse ano.

O presidente eleito e o ministro da Educação, além de outras figuras públicas, já criticaram publicamente o que chamam de “doutrinação ideológica” na forma como o Enem aborda questões sobre igualdade e liberdade. Há quem acredite que a prova também adote posições muito mais conservadoras (e menos inclusivas) já a partir deste ano.

Estudar atualidades é importante na preparação para o Enem! E agora você já está por dentro dos temas atuais para redação que podem cair no Enem 2019. Pronto! É só estudar e ler as nossas dicas para se aprofundar mais!

Assine nosso Curso Completo

Opções de pagamento no cartão de crédito ou no boleto, em até 12x! Experimentar 7 dias