Iluminismo e as revoluções

Aula exclusiva para assinantes

Assine o Vestibular.com.br e tenha acesso ao melhor conteúdo para vestibulares e Enem.

Experimente 7 dias grátis

Iluminismo é o conjunto de ideias que surgiram no século XVII e que ganharam força na Europa ao longo do século seguinte. Opõe-se ao modelo absolutista de governo, não necessariamente à monarquia. As revoluções ingleses, anteriores, tiveram forte influência; a Puritana, uma guerra civil na Inglaterra, levou Cromwell, representante do parlamento, ao poder, iniciando-se um período republicano. A Revolução Gloriosa veio após o restabelecimento da monarquia absolutista e conseguiu instituir uma monarquia constitucional (parlamentarista). Entre os principais pensadores do Iluminismo, destacam-se: 1) Locke, que defendia limites ao monarca; 2) Montesquieu, que criou a teoria moderna dos três poderes; 3) Voltaire, crítico da Igreja, da monarquia (absolutista ou não) e da censura; 4) Rousseau, considerado o mais radical, que criticava a monarquia e defendia um governo que reconhecesse as necessidades da sociedade. O Iluminismo influenciou outros movimentos, como a Revolução Americana (independência dos Estados Unidos) e a Revolução Francesa (início da Idade Contemporânea); no Brasil, destacam-se a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana.