Cinética Química II

Aula exclusiva para assinantes

Assine o Vestibular.com.br e tenha acesso ao melhor conteúdo para vestibulares e Enem.

Experimente 7 dias grátis

Reações ocorrem entre reagentes, cujas ligações são quebradas, e produtos, com novas ligações sendo formadas. O meio do processo, enquanto ambas as situações ocorrem, chama-se complexo ativado, e é o momento de maior energia e também de maior instabilidade da reação. Para iniciar a reação, é preciso absorver energia, chamada energia de ativação e definida como a energia mínima necessária para quebrar as ligações dos reagentes.

As reações serão exotérmicas (liberando energia) ou endotérmicas (consumindo energia), e podem ser aceleradas alterando-se seus parâmetros cinéticos, ou seja, aqueles que interferem na colisão de moléculas. São eles: concentração de reagentes, pressão (gases), superfície de contato (sólidos) e temperatura, todos capazes de aumentar o número de colisões de moléculas. Outro fator é o uso de um catalisador, substância que diminui a energia de ativação da reação. Esse processo chama-se catálise e pode ser do tipo homogêneo ou heterogêneo.