Absolutismo e Iluminismo

Esta aula é gratuita!

Basta fazer seu cadastro para ter seu acesso ao melhor conteúdo para vestibulares e Enem.

Na Idade Moderna, contrariando o processo da Idade Média, concentra-se o poder nas mãos do rei. As teorias absolutistas, do início do período, buscavam explicar o benefício da centralização. Os principais são Jean Bodin, Jacquet Bossuet, Thomas Hobbes e Nicolau Maquiavel. O pensamento iluminista, no final da Idade Moderna, foi influenciado pelas Revoluções Inglesas (Puritana, em 1642, e Gloriosa, de 1688 a 1689), que resultaram no poder do país sendo transformado em monarquia parlamentarista. Os teóricos do iluminismo contrapunham as ideias absolutistas – não necessariamente se opondo à monarquia. John Locke, Barão de Montesquieu, Voltaire e Rousseau são os principais nomes e surgem no final do período. Déspotas esclarecidos são os monarcas que buscaram compreender as ideias iluministas e introduzi-las em seus Estados – a França não é um deles, o que acaba influenciando na Revolução Francesa, em 1789, que marca o fim da Idade Moderna.