WP_Post Object
(
    [ID] => 11535
    [post_author] => 1
    [post_date] => 2017-01-23 22:50:24
    [post_date_gmt] => 2017-01-24 00:50:24
    [post_content] => 
    [post_title] => Order – janeiro 23, 2017 @ 10:50 PM
    [post_excerpt] => 
    [post_status] => wc-pending
    [comment_status] => closed
    [ping_status] => closed
    [post_password] => order_5886a4d05db7a
    [post_name] => pedido-24-de-jan-de-2017-as-005050
    [to_ping] => 
    [pinged] => 
    [post_modified] => 2017-01-23 22:50:24
    [post_modified_gmt] => 2017-01-24 00:50:24
    [post_content_filtered] => 
    [post_parent] => 0
    [guid] => https://www.vestibular.com.br/?post_type=shop_order&p=11535
    [menu_order] => 0
    [post_type] => shop_order
    [post_mime_type] => 
    [comment_count] => 0
    [filter] => raw
)
                    

Criado em 1998, durante a gestão do Ministro da Educação Paulo Renato Souza, no governo Fernando Henrique Cardoso, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi aplicado inicialmente para avaliar o aprendizado dos alunos do Ensino Médio de todo o país, auxiliando o governo na elaboração de políticas de melhoria do ensino brasileiro. Com o passar do tempo, o exame foi ganhando cada vez mais importância, até que em 2009, na gestão do Ministro da Educação Fernando Haddad, durante o governo Lula, a prova foi reformulada para ser utilizada como critério de ingresso nas universidades federais brasileiras.

Hoje, o Enem é efetivamente utilizado como critério de acesso ao ensino superior em universidades públicas brasileiras, através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), bem como para a obtenção de bolsa de estudos integral ou parcial em universidades particulares através do Programa Universidade para Todos (ProUni). A nota do Enem serve, ainda, para a obtenção de financiamento estudantil através do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) e para a certificação de conclusão do Ensino Médio em cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Acesse aqui a página oficial do Enem.